Notícias


Secretaria de Agricultura, Empaer e Secretaria de Educação fazem reunião com os produtores rurais

A Secretaria de Agricultura, a Secretaria de Educação e a Empresa Paraibana de Pesquisa, Extensão Rural e Regularização Fundiária (Empaer), realizam uma reunião na sede da Secretaria de Educação, na manhã dessa quinta-feira (2), em Santa Terezinha (PB).

Na pauta estava à explicação sobre o Projeto Dom Helder Câmara do Governo Federal desenvolvido pela Empaer (escritório local), o lançamento do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) 2019, além de outros temas de interesse dos produtores.

Participaram da assembleia os produtores rurais; os membros do Conselho  Municipal do Desenvolvimento Rural Sustentável (CMDRS); membros do Conselho de Alimentação escolar (CAE); a nutricionista do Município; Sindicato dos Trabalhadores Rurais; os vereadores Edcarlos Soares (DEM) e Menon Ayres (PROS); o padre Luciano Dias.

O gerente local da Empaer, Marcone Palmeira, avaliou a reunião.

“Foi uma reunião positiva e nós da Empaer fizemos uma explicação e divulgação do Projeto Dom Helder Câmara do Governo Federal que está sendo desenvolvido no sítio Lagedo com 20 famílias de extrema pobreza com renda per capita de R$ 85, estamos dando assistência técnica e nove famílias foram contempladas com um fomento produtivo para a execução de projetos divididos em duas parcelas, a primeira parcela saiu de R$ 1200 e a segunda parcela será de R$ 1200 e não precisa ser devolvido ao governo. Este projeto iniciou no ano passado. Nós recebemos um veículo novo para trabalhar este projeto e para a nossa felicidade nós temos mais um instrumento para dar assistência técnica a homem do campo”, explicou.

O secretário de Agricultura, Marlos Lúcio, falou de parcerias e da importância das associações estarem legalizadas para receberem projetos.

“Todas as vezes que buscamos parcerias é em benefício para a população santerezinhense. Aproveitamos a oportunidade para informar a todas as associações que estão inadimplentes para nos reunirmos e buscar soluções para a regularização e a partir daí lutarmos por benefícios com o Governo do Estado e com o Governo Federal. A prefeitura nos determinou para discutirmos estas questões porque queremos ajudar as famílias do campo. Aproveito a oportunidade convido os criadores para a vacinação contra a Febre Aftosa.”, comentou.

O secretário de Educação, Osvambergh Oliveira, falou sobre o PNAE.

“Esta parceria é necessária e nós reunirmos para fazer alguns esclarecimentos e apresentar os membros do Conselho de Alimentação Escolar (CAE) e lançar o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) sendo assinados os Termos de Compromissos com os agricultores familiares do município que determina que no mínimo 30% da merenda escolar deve ser comprada no município. Aproveitamos o momento para nos confraternizamos com os trabalhadores”, comunicou.

Para o agricultor João Cezar, morador do sítio Urtiga de Baixo, o PNAE é muito importante.

“Eu participo desde a criação do projeto. Muitas pessoas não conhecem o programa que é de muita importância, pois os produtos são que qualidade. É uma renda extra que auxilia bastante a nossa família”, disse.

O padre Luciano Dias pediu união diante dos temas propostos, disse que o município tem a crescer com as ideias apresentadas e que sejam colocadas em prática beneficiando a todos . O sacerdote aproveitou e fez um momento de oração.

Após a reunião foi servido um café da manhã.

« Voltar
shareCompartilhe